Encontrando Samantha

Oie, tudo bom? Pode entrar sem bater!

Sou a Samantha Chagas, a alquimista CEO aqui do blog.

Talvez você não compreenda isso agora, mas nós não enxergamos a alergia como algo ruim, pois foi justamente através dela, que eu e minha família nos tornamos conscientes sobre o poder do consumidor e aprendemos a fazer escolhas mais inteligentes a cada dia.

Por isso, este é um espaço de celebração da vida e da possibilidade de aprender coisas novas.

Não vou esconder que o começo foi sofrido e perturbador, pois isso seria mentira e não iria te ajudar.

Hoje, consigo ver que existem 4 etapas neste processo. Estou na 3°, me encaminhando para a 4°. É um processo de vai e volta até que tudo seja aprendido e superado.

1° etapa: o chão se abre e você perde todas as suas referências sobre alimentação, prazer em comer e convívio social. Uma frase se torna seu mantra diário: o que eu vou comer agora? Tudo não pode!

2° etapa: indignação e revolta. Ao mesmo tempo que é um alívio saber o que se tem, ainda é muito difícil de controlar o impulso alimentar e o hábito de comer certas coisas. Você acaba cedendo, nutrindo sua ilusão de que um pouquinho mão vai te fazer mal. Mas logo vem o arrependimento e a culpa.

Essa fase pode demorar alguns anos para ser totalmente superada. Aqui é importante se juntar a grupos, ir a eventos e buscar informações com pessoas que já passaram por isso.

Assim você se fortalece e descobre formas de passar por isso, sem tanto sofrimento. Que bom que você já está aqui 🙂

3° fase: ação! Você começa a produzir sua comida, descobre novas formas de cozinhar, começa a frequentar outros cantinhos dos supermercados e, talvez, até comece ir à feira nos sábados de manhã.

E se eu for muito ousada, posso até imaginar você caminhando no parque ou indo para academia.

E enfim, você se torna livre de um ciclo de vícios alimentares. Suas papilas gustativas, já não toleram níveis altos de açúcar e você se vê falando palavras como nibs de cacau, microbiota e psyllium.

É libertador.

4°fase: o momento mais lindo, o da gratidão.

Você se sente poderosa, podendo fazer o que quiser. Se sente feliz, inclusive, em não saber.

Vira criança de novo, desperta um novo olhar para o mundo, fazendo misturas doidas, que, às vezes, até dão certo. 🙂

Compra livros de receitas, aprende a usar temperos que só conhecia de nome, fica ansiosa para começar um novo curso de culinária e transforma o ato de se alimentar em um presente diário.

Você finalmente se encontrar num lindo caminho de auto-amor, cuidado e consciência sobre seu poder pessoal e seu papel no mundo.

Sua luz, enfim, tem energia pura para brilhar!

E por isso, o blog/casa é dividida em 4 partes. Inspiradas nas 4 fases de purificação da matéria, trabalhadas na alquimia.

O blog começou em 2015, um ano depois que eu descobri minhas alergias e os meus primos gêmeos, Igor e Lucas também.

Ele foi mudando o formato para mostrar minha evolução e ser uma fonte de acolhimento para quem está começando nessa jornada agora.

Até chegar nesse momento, antes de ter desenvolvido as minhas alergias alimentares, eu só pisava na cozinha para comer mesmo. E já tinha até tentado fazer algumas coisas, mas não me saí muito bem.

Bom, eu me formei em moda, e tinha a pretensão de trabalhar como estilista.

Mas, 3 meses depois que me formei, quando já estava trabalhando, comecei a perceber que as dores que eu já sentia a algum tempo nas pernas, estavam passando para as mãos também, mal conseguia segurar o lápis na hora de fazer os croquis e o movimento das pernas estavam cada vez mais reduzido até que parou completamente.

Daí, foram 3 anos, sem conseguir andar sozinha.

Tinha acabado de me formar, cheia de sonhos e depois de 4 anos de estudo a vida mandou que eu parasse.

Nesse meio tempo, minha irmã terminou a faculdade de Nutrição. Ela me ajudou muito com tratamentos complementares. E, depois de algum tempo, ela começou a suspeitar de alergia alimentar.

Eu tomava tantos remédio que eu nem quis saber de procurar mais doenças. Depois de 5 anos de sofrimento, o diagnóstico de alergia alimentar, apareceu através de uma terapia energética chamada bodytalk.

Eu tenho APLV, alergia à proteína do leite de vaca, e outras sensibilidades ao açúcar, glúten, chocolate e gordura.

Exatos 3 meses, depois da retirada desses alimentos, minha vida se transformou. Eu nunca poderia imaginar em voltar a ter uma vida sem dor, sem cansaço, barriga inchada, prisão de ventre….

Não só ganhei minha vida de volta, mas ganhei uma nova vida. O Conhecimento mudou minha vida!

Mas meus níveis de dor e cansaço, não zeraram e eu eventualmente ainda tinha episódios de depressão e cansaço excessivo e falta de energia.

Por isso, minha nutri, em 2017, começamos uma estratégia de alimentação anti inflamatória. Nos primeiros meses, já senti uma drástica diferença no nível de dor das articulações pela manhã, percebi também que minha barriga está se definindo, sem abdominais.

Vou compartilhando, aos poucos, e com a autorização da Nutri Soraya, a estratégia e os resultado,ok?

Como os gêmeos, também desenvolveram alergia ao ovo, e eu venho recebendo muitos pedidos de receitas para veganos, a partir de 2017, todas as receitas do blog serão sem ovo e o próximo curso, ainda sem data: Receitas de Padaria, também será.

Você pode entrar para a lista de espera, aqui.

Está gostando da nossa casa? Você já visitou o jardim? Não esqueça de levar uma muda.

Já viu a Soraya? Aproveita, e já vai pedindo umas dicas de chá fitoquímicos, são eles que eu tô usando.

Se der aquela preguicinha, tem ótimos livro na nossa sala.Pode se jogar naquela poltrona gostosa em forma de abraço.

Falei da sala, porque sei que a cozinha, foi o primeiro lugar que você entrou, certo? 🙂

Bom, estarei aqui sempre com você, seja através dos nossos cursos, mídias sociais ou aqui em casa mesmo,ok?

Eu amei te ver !! ( acho que isso é uma música, né?:)

Beijo grande,

Sami Chagas