[RECEITA] Como ressuscitar seu bolo solado e transformá-lo em cake pops decorados para Festa de Halloween.

O que você faz quando seu bolo sola? Se você respondeu, come o bolo assim mesmo, ou pior, jogo fora. Continue lendo esse artigo, que eu vou mostrar como mudar radicalmente essa história e dar um final feliz para sua criação.

Quando comecei a criar minhas receitas livres de alergênicos, eu não tinha ideia que seria tão difícil e muitas vezes frustante. Muita coisa deu errado e vários bolos foram jogados fora.

Antes de decretar a morte dos coitados, eu sempre pensava: será que não dá para ressuscitar, transformar em outra coisa?

Jogar comida fora, sempre foi muito angustiante para mim, às vezes comia, ruim mesmo, na fé que tudo um dia tudo ia melhorar.

E melhorou! Depois de algum tempo, como tudo na vida, a gente aprende que sempre há um novo caminho a seguir e que esses momentos de crise nos tornam mais fortes e criativos.

Por mais que eu não queira passar por eles, nem você, não é mesmo?

Aí você começa a dominar as técnicas, já está se achando dona da situação, e o que acontece? O jogo virá novamente, e surge uma nova restrição.

Você já passou por isso?

Pois é, eu acabei de passar por isso novamente. Tive que criar um bolo livre de ovo, para o chá de bebê da minha irmã. Sendo que eu nunca fiz um bolo com tantas restrições (glúten, leite, soja, corante artificiais, oleaginosas e o ovo) e com poucas horas para finalizar.

E a 1° receita não deu certo, mas a transformação dela em cake pops ficou incrível. Muitos bolos não teriam ido para o lixo se eu tivesse descoberto isso antes.

Eu gostei tanto do resultado que decidi refazer a receita com o bolo que sobrou para filmar e te mostrar a versatilidade do cake pop. Como Outubro, além do meu Aniversário, claro! Tem a festa de Halloween. Resolvi montar uma mesa completa para você se inspirar.

Foram tantos os aprendizados, até eu conseguir criar os cakepops para o chá de bebê, que eu resolvi compartilhar  a história completa com você. E para isso, dividi esse artigo em 3 partes:

1° Criação dos cake pop

Como ressuscitar bolos solados e tranformá-los em cakepops saudáveis e criativos.
Duas formas decorá-los para festa de Halloween: para quem tem e não tem habilidades (sem ovo)

2° Desistir não é o caminho.

Como se manter motivado diante de uma dificuldade, vencer o cansaço e se tornar mais criativo.
Aproveitar esses momentos de crise para se superar.
Como temperar chocolate e criar decorações comestíveis
3° Decoração para a festa de Halloween

Inspiração para criar seus cake pops
DIY- tutorial de como fazer o mini caldeirão
Truques que eu usei para decorar a mesa de Halloween
Moldes gratuitos para baixar

Preparado? Vamos ao nosso desafio de recriação.

Não sei se ficou claro, mas eu não vou mostrar a receita de um bolo, que não dá certo! Vou mostrar uma saída para quando isso acontecer com você, ok

Nesse vídeo você vai aprender a fazer a mistura para o cake pop, a modelar o gatinho e a abóbora, a banhar e a decorar. Vamos lá!

Coloquei no final do artigo os moldes para você baixar,ok!

Quando o planejamento vai por água abaixo!

oficina-de-decoração-de-biscoitos--sem-gluten-sem-leiteBom, eu tô sempre criando receitas e soluções práticas inspiradas na minha vida e na dos meus primos pequenos que também tem alergia alimentar.

No chá de bebê da minha irmã, decidimos fazer os docinhos, salgadinhos saudáveis, o bolo e também uma oficina de decoração de biscoitos, porque meus primos viriam. Acho importante que eles voltem a ter uma relação gostosa com a comida.

Essa é uma super dica, pela foto já deu para ver que eles aprovaram.

Tudo estava saindo como o planejado, os docinhos e os biscoitos ficaram ótimos, consegui melhorar ainda mais as receitas. Os salgadinhos proteicos estavam prontos e gostosos, até que tudo começou a dar errado. A lei de Murphy me pegou!

Como eles não gostam muito do recheio de chocolate, liguei para minha prima, para saber qual seria a melhor opção.

E foi aí que descobrimos, que além da soja, do leite, das oleaginosas e dos corantes, agora eles estavam reagindo a ovo também, ou seja, os salgadinhos que a gente tinha acabado de empanar com ovo e o bolo que tínhamos planejado já eram.

Eu ainda não cozinhava bolo sem ovo, mas tive que aprender na marra, porque a festa era no dia seguinte.

Como eu venho recebendo muitos pedidos de receitas sem ovo, já estava pesquisando e listando as substituições, mas ainda não tinha testado nada.

E teste você sabe como é, pode dar certo de primeira ou levar meses para funcionar. E eu só tinha poucas horas para que desse certo. Então tinha que encontrar uma receita que funcionasse.

Fiz uma, bem elaborada, que usava purê de maça como substituto do ovo, fermento e água. E o que aconteceu? Não deu certo! E isso já era umas 8 horas da noite, depois de um dia inteiro cozinhando para festa, não foi a melhor sensação do mundo.

Eu continuei tentando e o resultado foi melhor do que o planejado.

A intensão nos seus atos é a chave do sucesso

Doces-sem-gluten-sem-leite-sem-soja-sem-soja

No dia anterior, depois de finalizar a produção das bolinhas de “queijo” veganas. Percebi, depois de terminar a produção, que o orégano que eu usei, não estava bom. Tudo pronto, lindo e cheiroso, direto para o lixo.

E agora? Como buscar motivação para continuar tentando. Primeiro a decepção das bolinhas de “queijo”, depois o bolo que não deu certo.

E foi aí que eu me lembrei de uma passagem de Yogananda, do livro: Onde existe luz, que eu sempre consulto, quando as coisas estão difíceis para mim, ele sempre me traz um caminho ou uma bronca, às vezes, rs.

A mensagem que eu abri, falava que devemos prestar atenção na intenção que realizamos nossas tarefas. Essa intenção que nos motiva a fazer as coisas melhores, ou não, e ir além. Mesmo quando estamos cansados ou desiludidos.

Nesse momento me veio a lembrança do meu primo chorando ao meu lado. Nós nos encontramos numa festa e algo muito triste aconteceu. Lucas, logo que viu a mesa dos doces pronta, foi até a pessoa que estava arrumando e perguntou se o bolo era de soja, mas a pessoa não entendeu e falou que sim.

Ele saiu todo feliz e passou a festa inteira achando que ia poder comer o bolo. Na verdade, nem soja ele pode mais…

Na hora do parabéns, quando ele foi pegar um pedaço, descobriu que era um bolo tradicional, ele saiu correndo chorando, super sentido por não poder comer um simples bolo.

Ele sentou ao meu lado na sala, aos prantos, eu demorei para entender o que estava acontecendo.

Fiquei com o coração partido, porque não tinha levado nada para mim também, estava trabalhando muito naquela semana e foi uma festa que surgiu de repente, então, levei só uma sopinha porque estava muito frio.

Resultado: fiquei com aquele sentimento que podia ter feito alguma coisa. Poderia ter feito a diferença para ele.

Foi nesse momento que a mensagem de Yogananda fez todo o sentido. Eu me conectei com esse sentimento e com a intenção que me levou a fazer aqueles doces.

Não só vê-los comer e se divertir, mas principalmente, fazê-lo sorrir.

E no mesmo momento, que me reconectei com a intenção por trás daquele bolo, me veio a ideia de triturar o bolo e refazê-lo.

Eu ainda não sabia o que isso ia dar, só segui a orientação e fiz.

Quando fui pegar o processador, vi que minha irmã tinha ganhado uns pirulitos de pão de mel para o chá, e com certeza, eles iam querem comer aqueles também.

Agora, além de não ter um bolo, eu não tinha os pirulitos de pão de mel. Mas foi justamente aí que tudo fez sentido.

Fazer um cakepop, com o doce de banana, que eles gostam, no formato do pão de mel, para ficar igual aos outros, usando o bolo triturado para dar consistência. Perfeito!

O truque na hora de banhar o chocolate


O desafio ainda não tinha acabado. Nisso já eram umas 11 horas da noite. Eu, apesar de ter estudado sobre temperagem de chocolate, ainda não tinha colocado em prática.

Então, me veio a ideia de banhar eles gelados. Modelei todos, deixei na geladeira de um dia para o outro para ficarem bem firmes. Porque eu queria colocar mais o doce de banana do que o bolo.

Em algumas frutas, você vai ter que usar mais bolo, para dar uma consistência legal.

No dia seguinte, com os cakepops gelados fiz o banho. E ufa, deu certo!! Eles ficaram lindos a festa toda sem derreter.

Só não ficaram brilhosos, como é possível fazer com a temperagem correta, mas eu já estava supersatisfeita com o resultado.

Agora com mais tempo, decidi colocar os estudos em prática e consegui fazer a temperagem correta, dá uma olhada no vídeo que  eu coloquei acima.

Quanto mais difícil mais recompensador

cake-pop-igor-comendo

Essa nova perspectiva, de algo que ia para o lixo, ter se tornado a solução para outro problema futuro, foi uma sensação incrível. Todo cansaço foi embora.

Desde que me tornei alérgica, essa frase tem tido muito sentido: “se você não desistir você vai encontrar um jeito”.

E cada vez mais eu tenho provas disso. Essa recriação abriu minha cabeça para uma série de possibilidades. Muito mais gostosas e saudáveis que o cake pop tradicional.

E o resultado foi simplesmente esse da foto. Com o comentário de Igor: “mãe posso guardar um para levar pro colégio?”

Chorei por dentro!!!rs!

Tirei várias lições desse dia. Isso me mostrou o poder que cada um de nós tem de transformar a vida do outro para melhor e as nossas também. Porque eu realmente me senti realizada e muito feliz.

Se eu tivesse desistido de fazer o bolo sem o ovo, por que já estava cansada. Hoje, eu não teria a chance de ver eles se lambuzando e comendo felizes. E teria ficado com aquela sensação da primeira festa.

Quero preencher minha vida de histórias como essas. Se você também quiser, posso garantir que não vai ser fácil, mas vai ser indiscutivelmente maravilhoso e recompensador.

Cada vez mais, eu fico consciente da minha responsabilidade, na mudança que quero ver no mundo, e principalmente, na vida das pessoas que passam pelos mesmos desafios que eu.

Antes, ficava irritada nos supermercados por não ter opções de produtos industrializados. Depois, por não ter opções gostosas e/ou opções com preço justo.

Mas, depois que comecei a entender melhor o efeito de alguns aditivos químicos, cheguei à conclusão, que essa não é a melhor saída para minha vida.

Um pequeno ato fez uma grande diferença

brigadeiro-de-limão-sem-ovo

Eu tenho a certeza, que com isso, um dia eu vou num café, e vou encontrar um cake pop limpo, que alguém aprendeu comigo, e, decidiu fazer a diferença, colocando essa informação em prática e preenchendo a minha tarde com um delicioso e saudável docinho.

E de pouquinho em pouquinho, teremos um Brasil inteiro de deliciosas opções saudáveis.

Sem depender da grande indústria e dos produtos ultraprocessados para conseguir se alimentar com praticidade e sabor!

O meu momento de crise, me levou a criar uma nova oportunidade para aquele bolo, depois para os meus primos e talvez para você, seu filho e para seu negócio também.

Eu, sinceramente, não quero mais produtos industrializados cheios de químicas. Quero mais pequenas produções caseiras, com seus produtos feitos com amor e ingredientes saudáveis.

Vendo, aumentarem os números de pessoas com alergias e múltiplas alergias muitas vezes, como é o meu caso e a dos gêmeos. Eu tomei consciência, que não posso justificar a praticidade ou a falta de tempo para continuar me envenenando e repetindo o padrão que pode ter me levado a ter essas múltiplas alergias.

Por isso, eu realmente, não corro atrás de produtos industrializados com seus corantes, conservantes e acidulantes. Estou correndo atrás de criar receitas, que sejam livres de alergênicos, com ingredientes frescos, mais nutritivas e saudáveis.

Corro atrás de sorrisos espertos como esse de Lucas, da foto. Que ainda me rendeu esse comentário, quando ele provou o brigadeiro de limão Siciliano: “melzinho, bem feitinho, azedinho e gostosinho”

E corro atrás também de formas mais práticas e rápidas de fazer essa produção. Receitas que possam ser congeladas, para que não comprometam a praticidade que eu e você, precisamos para o nosso dia.

E, conforme eu for conseguindo avanços nesse planejamento e execução, vou passando para você. Ficamos combinados assim?

Aqui é só o começo. Outras fontes de inspiração.

cake-pops-sem-gluten-sem-leite

O cake pop foi criado pela Bakerella, que é a mestra mor dessa arte. Você pode se inspirar nas criações dela para fazer suas produções ou encomendas e se diferenciar ainda mais no mercado.

O melhor do cake pop é que combina com qualquer ocasião. Como você viu, dá para usar em diversos tipos de festa.

Quando meu primo pediu para guardar o cake pop, pra levar para o colégio, me veio logo à cabeça, mais um lugar, além das festas, para venda desse tipo de produto.

Quando eu ouço os relatos, sobre o que as crianças levam nas lancheiras, chega doer o coração. E essa sobremesa, é uma ótima opção para serem vendidos nas cantinas.

Justamente por poder ser feita apenas com o açúcar da fruta. Muito melhor do que o “bolinho da Ana Maria” que muitos levam.

Então, além das festas, inclusive de casamento, porque não? Você ainda pode vender nas escolas. Só recomendo que faça num formato sem o palito. Tipo um bolo bombom ou no formato de pão de mel, como eu fiz, ok!

DIY – Caldeirão de reciclagem

Nesse video você vai aprender a parte de decoração da festa. Esse caldeirão de reciclagem de garrafa de água pode ser usado na decoração da mesa, como eu fiz com a pipoca, como centro de mesa e até mesmo como lembrancinha da festa. Só fazer os cake pop sem o palito e fechar com papel celofane Ou ainda mais saudável, o brigadeiro saudável que eu ensinei aqui!

Montagem da mesa de Halloween

Nesse vídeo eu mostro como eu montei a mesa, com todos os truques tornar a sua mesa mais rica e impactante. Com itens que você pode ter em casa.

Aqui você pode baixar os moldes que eu usei para decorar o bolo e fazer a teia de chocolate

Ufa! Chegamos ao fim desse mini curso. Agora é hora de criar suas produções e espalhar gostosuras e travessuras saudáveis por aí também! Comente aqui em baixo o que você achou e em qual ocasião vai usar?

Saúde e Sucesso,
Beijos

6 Comentários

  1. Ionara

    sim como é bom descobrir receitas saudáveis e que evita desperdício

    Responder
    1. receitasesaude

      Você está certa Ionara! Assim a gente tem sempre uma carta na manga e não joga dinheiro fora. Beijão.

    1. Samantha Chagas

      Que bom que gostou!! beijos!!

  2. Fabiana

    Essa é a receita perfeita pra mim, já que não tenho ima mão muito boa para bolo… show de bola

    Responder
    1. Samantha Chagas

      Obrigada Fabiana! Fico feliz em saber que essa receita vai te ajudar também!! Beijos!!

Essa história fez sentido para você?